ONG’s integrantes do Fórum ONG Aids do RS como a Casa Fonte Colombo e a Pastoral da Aids, representantes da Rede Católica frente ao HIV e Aids - América Latina e o Caribe e portadores de HIV e Aids, protestaram ontem contra a falta de medicamentos em Porto Alegre.
São três remédios em falta, entre eles o abacavir, usado quando o paciente apresenta resistência ao tratamento. Além da falta de remédios, há outro problema. Exames que deveriam ser feitos de três em três meses, para aferir se o tratamento está fazendo efeito, estão sendo marcados somente para o fim do ano. A Secretaria da Saúde diz que o equipamento usado para os exames está quebrado e será substituído nos próximos dias. Já os medicamentos dependem de repasse do Ministério da Saúde. "O que nós temos são as informações do MS, que estão no site, e que ultimamente os prazos dados não têm sido cumpridos", explica o diretor do departamento de Ações e Saúde, Francisco Bastos. "Nós defendemos perante o Ministério Público que se tenha um estoque regulador para os medicamentos. A vida das pessoas está dependendo desses medicamentos" disse o coordenador do Grupo Somos, Gustavo Bernardes. Segundo o Ministério da Saúde, o abacavir já chegou ao país e será distribuído a partir da próxima terça-feira.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Sample Text

Seguidores

Arquivo do blog

Recent Posts

Theme Support