O Rio de Janeiro é o Estado Campeão de Mortes por Tuberculose

O Rio de Janeiro é o estado campeão de mortes por tuberculose, com os municípios de Paracambi e Nilópolis apresentando as piores taxas da doença. Para debater soluções possíveis para este problema, a Frente Parlamentar Estadual pela Luta contra o HIV/Aids e a Tuberculose da Assembleia Legislativa do Rio, presidida pelo deputado Gilberto Palmares (PT), vai realizar, em parceria com a Frente Parlamentar contra DST-HIV/Aids da Câmara Federal, coordenada pelo deputado federal Chico D’angelo (PT-RJ), o II Seminário contra o HIV/Aids e a Tuberculose. A conferência acontece nesta sexta-feira (06/08), Dia Estadual de Combate à Tuberculose, a partir das 9h, no Plenário Barbosa Lima Sobrinho.

“O encontro é fundamental para alertarmos a população sobre a situação perigosa em que nosso estado se encontra. A intenção é cuidar da prevenção, evitando uma possível epidemia”, afirma Palmares. O evento contará também com a presença de representantes da Secretaria Municipal de Saúde do Rio, do Ministério Público Estadual (MPE), do Fórum e ONG no Combate à Tuberculose, da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil e do Departamento de DST-HIV/Aids do Ministério da Saúde.

A frente foi lançada no dia 1º de dezembro de 2009, Dia Mundial de Combate à Aids. “As doenças, tuberculose e Aids, estão diretamente ligadas. Temos que ter verbas suficientes para combater as duas endemias e evitar que mais pacientes morram a partir da combinação delas”, comenta Palmares, acrescentando que também pretende buscar mais recursos para a luta contra essas doenças. “Criado através do projeto de resolução 272/08, este grupo tem também o dever de promover atividades para que outros setores da sociedade façam parte da luta. O Rio, além de ser o estado com maior número de casos de tuberculose, é o segundo com maior incidência de morte no País. É preciso mudar esse quadro”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário