Empresas Demitem Quase 25% dos Funcionários Infectados com HIV/AIDS

 Um estudo, responsável por avaliar a discriminação que os trabalhadores infectados por HIV/AIDS sofrem, demonstrou que aproximadamente 25% dos funcionários infectados são demitidos pelas empresas. Essa situação faz com que apenas 17, 4% dos doentes comuniquem sua doença aos responsáveis. Os estudiosos descobriram também, que as dispensas geralmente são realizadas no espaço de uma semana após o comunicado. A pesquisa foi realizada pelo Instituto de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e o Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE (Instituo Universitário de Lisboa), recolhendo dados de 2009 até o primeiro semestre deste ano. As informações foram obtidas em mais de 14 hospitais portugueses envolvendo 1634 doentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário