HPV - Fique Alerta - Previna-se Antes Que Seja Tarde

O contato sexual é a maneira mais comum de contágio. Basta uma a três relações sexuais, mesmo sem penetração para se contaminar. Roupas e superfícies como vaso sanitário também favorecem a transmissão, embora essa contaminação seja mais rara. No caso das mulheres soro reagentes, devido à imunossupressão provocada pelo HIV, aumenta a infecção pelo HPV, sendo três vezes mais freqüentes nas mulheres infectadas do que nas não infectadas. Entretanto, o comportamento sexual de risco pode aumentar a probabilidade da aquisição de ambas às infecções, o que dificulta os estudos da relação causa e efeito. Pouco ainda se conhece sobre a infecção pelo HPV em grávidas portadoras do HIV. Porém, as conseqüências dessa infecção nas gestantes é muito grave, podendo até ser mortal, ocasionando sérias conseqüências ao bebê.
As espécies de vírus HPV são aproximadamente 150. Porém alguns são inofensivos, mas outros provocam verrugas nas mãos e nos pés, sendo que 40 tipos têm preferência pela mucosa genital. Cerca de 15 deles provocam tumores malignos e 2 são responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo de útero.

Oito (8) em cada dez (10) mulheres já tiveram ou terão algum tipo de HPV. 20% embora tenham o vírus não apresentam sinais da infecção e 11% das que tem sinais de infecção acabam com um câncer.

A idade de iniciação sexual faz diferença, porque maior será o tempo de exposição ao vírus. Além disso, a troca constante de parceiros, os contraceptivos, o cigarro, HIV, além de fatores genéticos aumentam o risco de infecção. A vacina é uma arma eficiente contra o HPV. Ela é recomenda para meninas e jovens entre 9 e 26 anos. O ideal é que ela seja tomada antes da iniciação sexual. A eficiência da vacina é de 95% de sucesso no combate as causas de câncer. Estudos já foram feitos e mostraram benefícios em maiores de 26 anos e em homens, embora no Brasil ainda não seja aprovada para homens. Apesar da vacina alguns procedimentos não podem ser abandonados, como a realização de exames de rotina (papanicolau e colposcopia).

Nenhum comentário:

Postar um comentário