Sistema Nacional de Vigilância Divulga Índices da Aids no Maranhão

 Desde 1985, ano do primeiro caso de aids notificado no Maranhão, até junho de 2008, foram notificados 4.732 casos no Sistema de Informação de Agravo de Notificação (Sinan). Ao todo foram identificados 1.407 casos não notificados no Sinan, representando sub-registro de 23,0%, e elevando o número total de casos no período para 6.139. Em 2006, a taxa de incidência de aids no estado foi 12,3 casos por 100 mil habitantes, na Região Nordeste, 10,6 e no Brasil, 19,0. A maior taxa de incidência no estado, ao longo da serie histórica, foi observada em 2006 (12,3 casos por 100 mil habitantes). A razão de sexos, em 1994, era 8,8 homens para cada mulher e, atualmente, é 1,5 homem para cada mulher, seguindo a tendência nacional. De 1996 a junho de 2008, foram identificados 132 casos de aids em menores de cinco anos, no Maranhão

Os cinco municípios maranhenses que apresentaram o maior número de casos de Aids acumulados até junho de 2008 são: a capital São Luis - 2.747, Imperatriz - 680, Timon 252, Caxias 236 e São Jose de Ribamar 140. Dentre esses municípios, a maior incidência, em 2006, foi observada em São Luis 32,1 por 100 mil habitantes. No Maranhão, de 2000 a junho de 2008, foram notificados 605 casos de gestante HIV e 130 casos de aids por transmissão vertical. Quanto a mortalidade por aids, o estado acumulou, ate 2007, um total de 1.846 óbitos. O coeficiente de mortalidade por aids no Maranhão foi 3,8 por 100 mil habitantes, em 2007

Nenhum comentário:

Postar um comentário