Luta Contra a Aids em Petrópolis/RJ

O Bispo de Petrópolis, Dom Filippo Santoro participou na manhã de hoje, no salão nobre do Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, na cidade de Petrópolis (RJ), do lançamento da campanha pelo Dia Mundial de Luta contra a Aids, que este ano tem como slogam: A AIDS não tem preconceito, você também não deve ter. O encontro, que contou para a participação dos alunos do colégio, foi organizado pela Coordenadoria Municipal de DST/Aids, com apoio de vários segmentos da sociedade, entre elas, a Pastoral de Aids da Diocese de Petrópolis. Ao falar sobre a campanha de prevenção, Dom Filippo Santoro ressaltou que o relacionamento sexual não é uma moeda de baixo preço, “é uma preciosidade, pois é uma pessoa que entrega sua vida a outra pessoa. Por isso é muito importante a educação e a responsabilidade” O bispo lembrou que em todo mundo se está desenvolvendo um processo, onde se coloca a educação em primeiro lugar, por isso considerou importante acontecer dentro de uma escola, “pois desta maneira se compreende o valor da vida, o valor do relacionamento humano, o respeito a vida e ao próximo”.
Dom Filippo Santoro falou também sobre o cuidado que se deve ter com os portadores do vírus HIV, ressaltando o acolhimento como algo importante, frisando que devemos acolher a todos e fazer por amor, sem preconceito. O bispo ressaltou o papel importante das campanhas de prevenção, principalmente para os jovens, mais frisou que no centro de tudo está a educação, a formação do ser humano desde a infância, mostrando que o relacionamento sexual deve ser algo importante na vida de um homem e uma mulher, quando unidos pelo matrimônio e não um capricho passageiro sem nenhuma estável doação de si.

A coordenadora diocesana da Pastoral da Aids da Diocese de Petrópolis, Maria Auxiliadora falou sobre o trabalho da pastoral frisando que é um serviço da Igreja Católica na contenção da Epidemia da Aids, promovendo vida saudável e incentivando o cuidado de si e de outros. Ela frisou que o objetivo da Pastoral é acolher, orientar e divulgar informações de prevenção a respeito da epidemia da Aids.

A representante do Grupo Assistencial SOS VIDA - Cristiane Maria Rodrigues Ferreira - setor de desenvolvimento social , por orientação do presidente do SOS VIDA Antonio Carlos de Souza Pires ( Cal ) sugeriu que a ação iniciasse em um Colegio da Rede Publica Municipal, uma vez que o tema deste ano é direcionado aos jovens. Antonio Carlos não participou deste momento por estar envolvido em outras atividades no municipio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário